sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

"Um presente do passado"


O céu da minha boca guarda segredos... Menos o seu.
Um beijo roubado,assanhado,quase infantil. Então... foi assim.
Quem será esse homem?
Perguntava insistentemente a mim mesma, enquanto decidia não ver o recado.
Curiosa como sempre,não resisti.
Uma onda nefasta envolveu-me,precisava desvendar esse invasor que pedia desculpas,mas não
me esqueceria.
Em meio a tantos personagens ao longo da minha estrada, jamais pensei que fosse encontrada, logo por ele...sem nome.
Confessou-me antiga paixão infantil,relembrou os tempos em que deixavá-me em casa após a aula, um cordial garoto...um príncipe.
Jurei que não guardava tais lembranças. Não as guardei mesmo.
Fui ingrata, sei. Mas que fazer se não o encontrava no calabouço da memória?
Tocada profundamente por suas palavras fui voltando ao passado. Alguns fatos foram sendo visualizados,fiquei feliz! Muito.
Nosso reencontro foi marcante,trinta anos haviam-se perdido no tempo. Éramos estranhos ?Engraçado.
Nova despedida,
Um beijo roubado...como desejei poder ter voltado.
Um susto! Delicioso e inesperado.
Deixamos mesmo para trás, não podería-mos estragar tudo agora...
não nos cabia interromper novos laços, seria injusto com outras pessoas.
Estamos ainda ligados,somos cumplíces de um desejo retraído...
mas sei que ainda não é tarde.
Nunca será tarde quando algo fica inacabado.