terça-feira, 21 de dezembro de 2010

"Nada é por acaso'







Inatingível!!!

Seria de fato.

Até conhecê-la. Experimentando o torpor que suas palavras causaram em sua mente.

Vivas e tão absurdas as vezes...quis recuar, sendo em vão.

Buscou por entre as páginas do seu imaginário, fantasias que trouxessem explicação...quem era ela de fato?

Um reflexo de seus desejos mais ousados,ou a mulher especial...aquela que buscava?

Não sabe ainda, mas entrou num caminho sem volta...ainda que seguro,estará sempre com essa melodia nervosa, pedindo que a toque...

que a toque,

que a toque...

Em seus dedos, toda a maestria dos grandes acordes...e vibra pelo ar os sons dos gritos da paixão!

Em sua memória lembranças cifradas...como esquecer?

Ela talvez nem percebesse o que estaria por vir...mas agora, deseja experimentar!

Ele doce e calado! Selvagem na essência...não tem limites para dizer o sente,fazer o que deseja!

Ambos ,tomados de euforia...tocam juntos na mesma sincronia,

E a dança envolvente os fazem girar freneticamente...não param,é loucura!

Na capacidade existente... entre duas pessoas tão diferentes...

ligarem-se por puro entusiasmo!

Nada é por acaso...nada é por acaso!

Ainda bem que ela não pertence a ninguém,

Ainda bem que ele está acreditando!