quarta-feira, 17 de novembro de 2010

" Um sonho perfeito"






Sentada no no leito sagrado dos amantes, mirando teu corpo adormecido e entregue.
Um sorriso no canto da boca, e o gosto fresco dos teus beijos ainda a deixar-me louca! Contemplo a imagem perfeita,digno de semelhança da obra mais completa que Michelângelo esculpio.

Suas mãos meu amado, com um deslizar suave ...lembra o tocar de um violino, a entoar melodias gitânicas.
Suas pernas, ah!... suas pernas verdadeiras colunas que sustentaram o templo de salomão.
Seus dedos a dedilhar-me por inteira tocando melodias de prazer, num frenesi estérico!
Meus cabelos deslizando-o por inteiro, semelhante ao cobertor que te envolve e aquece!
Minhas coxas amado, entrelaçando teu ventre feito serpentes numa dança selvagem!
Tocando em meus lábios, a faca afiada que é sua língua,deixo escorrer o sangue doce que tanto quer!
Em minhas mãos agarro teus cabelos,envolvendo-o contra o meu peito e grito que te quero!
Não te largo um só instante, te abraço forte, canto ao seu ouvido a música afinada dos amantes.
Enquanto unidos numa só linguagem, os sussurros inquietos tornan-se mais constantes!

Tu me olhas e enxergar-te a ti mesmo! Somos um nesse momento, somos sangue e artéria,somos belos,somos "volúptia" !
Em tuas mãos tens a fruta mais doce da estação, o cálice perdido e tão desejado,as pérolas de Málaga.
Mais... ainda dormindo desse sonho prometido,deito-me ao teu lado e fecho os olhos para não acordar!